Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

Por que um app não é o suficiente para aprender um idioma?

Por

Em uma época em que estamos permanentemente grudados em nossos telefones, existe um aplicativo para praticamente tudo – até aprender um novo idioma! E, como o verdadeiro valor de falar vários idiomas é cada vez mais compreendido (pense: ótimas oportunidades de trabalho e viagens), os aplicativos de aprendizagem de idiomas se tornaram uma escolha popular para aspirantes a bilíngues.

O aprendizado por aplicativos certamente tem suas vantagens. Existe a oportunidade de aprender através da gamificação, por exemplo. Ao criar jogos em torno de tarefas necessárias, como memorizar vocabulário ou usar a gramática corretamente, os aplicativos podem fazer com que o aprendizado pareça menos uma tarefa árdua e mais divertida. Quem não ama cores brilhantes, truques bobos e sons alegres de celebração?

Eles também estão ao seu alcance – literalmente. A maioria de nós mal vai ao banheiro sem levar o telefone. Isso significa que dificilmente você precisará mudar seus hábitos. Sem a necessidade de ir para a aula, você simplesmente muda de se sentar no sofá e navegar pelo Instagram para sentar no sofá aprendendo frases básicas em francês ou espanhol.

Os aplicativos são ótimos lugares para começar, mas não para terminar

Quando se trata de aprender a ler e entender textos, especialmente se o idioma usar um alfabeto diferente do seu, esses aplicativos podem ajudá-lo a começar o estudo de um idioma. Eles foram experimentados e testados. Se você regularmente dedica seu tempo a um aplicativo, quase certamente verá que sua compreensão do léxico, sintaxe e gramática do idioma escolhido será aprimorado. (O que é difícil de não fazer, com seus lembretes de notificação quase constantes.)

Mas pode um aplicativo, realmente, torná-lo fluente em outro idioma?

Bem, não.

A fluência está enraizada na cultura e na imersão

Agora, não estou dizendo que esses dois estilos de aprendizagem não podem coexistir. Ambos podem ter um lugar valioso em sua jornada de aprendizagem. Usar um aplicativo de aprendizado de idiomas pode ajudá-lo a começar e praticar suas habilidades de leitura e escrita, sendo os próprios alicerces do seu aprendizado. Mas ser uma parte ativa de uma conversa em outro idioma significa levar suas habilidades para o próximo nível – um nível que é essencial para dominar se você deseja se tornar fluente. Mesmo com jogos e algoritmos de reconhecimento de voz projetados para personalizar sua experiência de aprendizagem, os aplicativos não podem ensinar você a reagir à imprevisibilidade de situações da vida real além daquelas simuladas nas aulas digitais.

Então, depois que você e seus polegares cansados ​​tiverem coberto o básico, é hora de encontrar o seu passaporte! É a experiência de aprender no exterior, morar com falantes nativos e realmente navegar na vida cotidiana em outro idioma que mais o ajudará a alcançar a fluência.

Quando se trata de desenvolver habilidades linguísticas para toda a vida, é claro que a imersão no idioma leva a um aprendizado especialmente eficaz. E como você não consegue uma verdadeira imersão no idioma usando um aplicativo, a melhor maneira de conseguir isso é fazendo aulas de idioma no exterior.

Praticar no local tem suas vantagens

A lógica aqui é muito simples. Ao estudar no exterior, você obtém uma compreensão muito melhor do idioma no contexto ao obter um entendimento mais profundo da cultura. Quando você está completamente imerso no idioma, é forçado a praticar suas habilidades linguísticas em todos os momentos e em todas as situações: conversar em casa com sua família anfitriã; usar transporte público para chegar à aula; até mesmo escolhendo ou comprando produtos em sua loja de mantimentos semanais. Essas conversas reais ajudam você a descrever situações, seus sentimentos e opiniões com mais profundidade, e a responder de forma rápida e eficaz em conversas significativas.

1. Você vai conhecer novas pessoas no exterior

Ao se inscrever em um curso internacional, você está cercado por pessoas amigáveis ​​com os mesmos objetivos de aprendizagem, que enfrentarão os mesmos desafios que você, tornando-os os companheiros de estudo perfeitos, parceiros de prática e amigos solidários. Além disso, em experiências de aprendizagem em grupo, você será capaz de aprender com os erros de seus colegas de classe e com os seus.

2. Existem intermináveis ​​parceiros de conversa

Ao interagir com falantes nativos de diferentes gerações e regiões, você praticará conversas com sotaques variados e experiências culturais, tornando-se um comunicador mais eficaz a longo prazo. Também oferece a melhor chance de aperfeiçoar seu sotaque. Quando você estiver completamente cercado pelo idioma, logo desenvolverá um ouvido aguçado para ele!

3. Bate-papos casuais levarão você para além dos livros

A linguagem também evolui a uma velocidade vertiginosa. Os aplicativos não podem ensinar a você os coloquialismos ou gírias mais recentes. Nem irá demonstrar as inflexões corretas e entrega necessária para dar-lhe o significado pretendido. (Os aplicativos não são conhecidos por seu sarcasmo ou ritmo cômico!) Sabe o que será melhor? Arriscar com seus colegas na vida real. E isso com certeza fará memórias melhores e te ajudará a aprender um idioma de um jeito mais divertido.

Existem muitos fatores que influenciam a aprendizagem de um idioma. Obter um domínio mais firme da gramática e do vocabulário é apenas o primeiro passo. Desligar o telefone e falar com as pessoas ao seu redor o levará à fluência. Porque, afinal, precisamos de mais tempo na tela?

Faça um curso de idiomas no exterior!Saiba Mais

Aprenda um dos 12 idiomas em mais de 50 destinos

Saiba mais