Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

Você sabe que é fluente em outro idioma quando…

Você sabe que é fluente em outro idioma quando…

Depois que você vive no exterior, imerso em outra cultura, história e idioma, você se sente o máximo. Afinal, descobre que é capaz de fazer amizades com nativos, sobreviver às necessidades do dia a dia, trabalhar e pedir comida em outra língua. Nem de longe parece aquela pessoa insegura e assustada do início.

Definitivamente você se sente pleno e realizado até que alguém lhe pergunta: “Você é fluente?”.

E ai, você é?

É difícil definir exatamente o que é fluência. A maioria das pessoas, principalmente as que nunca aprenderam um segundo idioma, pensa que é só engolir um dicionário e se comunicar perfeitamente sem cometer erros ou se perder. Mas se fosse assim, será que você seria fluente na sua língua nativa?

Provavelmente não…

Ao invés disso, vamos pensar na fluência como a capacidade de se comunicar de forma rápida, fácil e com clareza com pessoas diferentes em diversas situações.

E então, você é fluente?

Será que tem como saber? Felizmente, há diversas maneiras de descobrir. Confira 7 atitudes que indicam que você é fluente.

1. As pessoas não mudam a maneira de falar com você

No início do seu aprendizado, tudo era tão complicado e novo, que até uma simples conversa, se transformava em uma verdadeira tortura. Seu olhar assustado e sua voz gaguejada, mostravam que era iniciante e naturalmente as pessoas passavam a falar mais devagar para que você pudesse entender. Se isto não acontece mais, é sinal de que está no caminho certo para a fluência.

2. Você consegue entender as conversas de outras pessoas

Agora que é fluente, as conversas paralelas nos cafés e nas praças, não são mais um bicho de sete cabeças. Diferente do início, você é capaz de compreender tudo e ainda ficar por dentro da vida dos outros. Isto é um ótimo sinal, pois mostra que não é mais necessário de olho no olho, gestos ou expressões faciais para entender o que os outros estão falando.

3. Você passa a compreender o mundo do humor

Clubes de stand up comedy? Festivais de comédia na TV? É claro que sim!

Você não precisa mais que as pessoas expliquem a mesma piada detalhadamente para que possa entender. Tudo flui de maneira natural e você é capaz de compreender até as entrelinhas. Isso é motivo de orgulho pois mostra que um estudante de idiomas como você, está evoluindo cada vez mais.

4. Você é capaz de entender algo que leu ou escutou sem perceber que estava processando as informações em outro idioma

Você passa a compreender tudo de forma tão natural, que nem percebe que o conteúdo estava em outra língua, seja ao assistir o noticiário noturno ou ao ler um texto com diversos parágrafos.

5. Ir ao banco (ao médico, ao contador, etc) não é mais assustador

Antes de se tornar fluente, ir à uma simples consulta médica era um verdadeiro tormento. Você morria de medo do médico prescrever laxantes ao invés de antibióticos caso não conseguisse entender seus sintomas. Isso faz parte do passado. Agora, você já tira de letra qualquer conversa com caixas de banco, funcionários do correio e técnicos em geral.

6. Você sabe quando e como utilizar palavras grosseiras

Os nativos adoram ensinar palavrões aos estrangeiros. Provavelmente você achou estranho quando ouviu pela primeira vez. Mas agora, além de conhecer palavrões, você sabe exatamente como e quando empregá-los , assim como os nativos. Mesmo que você não tenha o costume de falar palavrões é muito importante saber utilizá-los em outra língua.

7. Você é capaz de perceber seus próprios erros

Pessoas que são “fluentes” em outra língua ainda cometem erros. A diferença é que eles conseguem perceber o que está incorreto. Agora que você é fluente, você se vê se corrigindo no mesmo instante! De novo, sinta-se orgulhoso – essa habilidade está anos-luz daqueles estudantes intermediários que, geralmente, não desenvolveram está percepção.

Faça um intercâmbio e fique fluente em outro idioma!Intercâmbio no exterior

Compartilhe esse artigo

Artigos recentes de Idiomas