GO Blog | EF Blog Brasil
Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
MenuPeça um Catálogo Grátis

5 curiosidades sobre a Coreia do Sul

5 curiosidades sobre a Coreia do Sul

Todos sabemos que novos destinos podem ser muito empolgantes, principalmente lugares como a Coreia do Sul! Mas o que realmente sabemos de lá, além do K-pop e das novelas super dramáticas (que, aliás, são muito boas)? Com o intuito de fazer você realmente mergulhar um pouco mais na cultura coreana, aqui estão 5 curiosidades sobre a Coreia do Sul:

1 – Kimchi

O Kimchi pode ser considerado o arroz e feijão coreanos. É um prato típico feito de vegetais fermentados e alguns condimentos picantes que dão o sabor característico do prato. Os primeiros registros escritos do Kimschi datam de mais de 3000 anos, ou seja, a palavra “tradicional” tem seu significado mais glorioso aplicado aqui! Além de ser delicioso, o Kimchi é considerado um dos pratos mais saudáveis do mundo! Cheio de vitaminas (principalmente a A e C), ajuda na prevenção de doenças como o câncer, já que possui algumas bactérias essenciais (igual ao iogurte) e também ácido láctico!

Mas afinal, o que tem no Kischi? Basicamente três ingredientes: repolho, cebola e alho. Todos eles juntos e fermentados formam esse prato delicioso!

**2 – Sistema de aquecimento
**

Nunca pensei que o sistema de calefação de um país poderia ser uma curiosidade, mas a Coreia está aí para mostrar que eu estava errado. Lá, o aquecimento das casas vem do chão e se chama Ondol. Hoje, esse sistema de aquecimento conta com eletricidade, resistências e outras regalias da modernidade. Mas, para os entusiastas de História, esse sistema funcionava a partir da fumaça das lareiras das cozinhas, que eram construídas alguns níveis abaixo do que o resto da casa. Dessa forma, a fumaça quente entrava em baixo do piso mais alto e esquentava o chão. Já imaginou sair do banho e não congelar os pés?

3 – Bandeira da Coreia

Outra curiosidade vem da bandeira coreana. Os símbolos contidos na bandeira dizem muito sobre as tradições confucionistas do país. O fundo branco representa a pureza, mas, quando a bandeira foi feita (não muito tempo atrás), muitos coreanos usavam roupas brancas. Dessa forma, seu fundo também representa os cidadãos coreanos.

O símbolo central é o símbolo chinês de yin e yang, além de ter as cores vermelha (que representa a luz) e o azul (que representa a escuridão). Assim, a bandeira também traz consigo a ideia de equilíbrio. Ao redor do símbolo de yin and yang, há quatro trigramas. Eles significam “Céu, Terra, Sol e Lua”. Como se pode observar, o Céu contrasta com a Terra, assim como a Lua contrasta com o Sol. Logo, a bandeira contém o significado de harmonia.

Em linhas gerais, a bandeira significa a harmonia e o equilíbrio em cada aspecto da vida que está ao nosso redor. Legal, não?

**4 – Sangue e personalidade
**

Basicamente, os coreanos relacionam o tipo sanguíneo das pessoas com suas personalidades. Aqui vai um guia rápido:

– Tipo A: pessoas com esse tipo sanguíneo tendem a ser mais introvertidas e conservadoras, embora sejam super criativas e perfeccionistas. Se for para achar um crush e dar match, melhor que seja do tipo O.
– Tipo B: são super apaixonadas pelo que fazem e não se prendem a modelos ou a ambientes específicos. Às vezes podem ser impacientes e desistem fácil das coisas. Pessoas do tipo AB são as pitangas perfeitas para se levar em um date.
– Tipo O: são pessoas super extrovertidas, que falam o que pensam, mas sempre mantendo a boa convivência. Também são conhecidas por terem a melhor personalidade dos 4 tipos de sangue. Marque um sorvete na praça, mas só com pessoas tipo A.
– Tipo AB: essas pessoas podem parecer um pouco controversas, pois têm comportamentos muitos diferentes. Às vezes estão extrovertidas, mas às vezes tímidas e assim por diante. Se for chamar alguém para comer um pão na chapa na padaria, que essa pessoa seja do tipo O.

**5 – Korean Age
**

Essa curiosidade é para fechar essa lista com chave de ouro. Basicamente, a Coreia tem um sistema diferente de idade. Todos os bebês que nascem no país já nascem com um ano de idade! Sim! As pessoas na Coreia têm um ou dois anos a mais do que se elas vivessem em outros países. Todo 1º de janeiro, as pessoas “fazem aniversário” juntas, o que significa que se alguém nasceu no dia 31 de dezembro, no dia 1º de janeiro terá dois anos (um ano considerado ao nascer + um ano do “aniversário”de todo mundo).

O quão legal é tudo isso? O suficiente para prepararmos as malas e até aprender coreano!

E aí? Já preparou as suas?

Aprenda coreano em SeulIntercâmbio na Coreia
Receba as últimas informações sobre viagens, idiomas e cultura no GO BlogQuero me inscrever

Descubra o mundo e estude um idioma no exterior

Saiba mais