Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

10 países e suas comemorações no Dia Internacional da Mulher

10

Originalmente defendido e fundado por mulheres, o Dia Internacional da Mulher é uma comemoração global para celebrar os avanços econômicos, políticos e sociais das mulheres – além de destacar, claro, as etapas que ainda precisam ser feitas para alcançar a igualdade de gênero.

Comemorado anualmente no dia 8 de Março, o Dia Internacional da Mulher cresce a cada ano, uma vez que as mulheres ao redor do mundo param para refletir e fazer planos para a mudança, muitas vezes utilizando o roxo para simbolizar justiça e dignidade e o verde para esperança. Mas, como o dia começou?

O começo do Dia Internacional da Mulher

Em Fevereiro de 1909, a base do Dia Internacional da Mulher foi lançado em um ato chamado “dia da mulher”, realizado em resposta a uma grande greve dos trabalhadores do setor de vestuário na cidade de Nova York por melhores salários, redução do horário de trabalho, melhores condições de trabalho e direitos de voto.

Originalmente marcado como um dia nacional nos Estados Unidos, a ideia logo se tornou internacional. Primeiro foi adotada por países europeus depois que, no Congresso Internacional das Mulheres Trabalhadoras na Dinamarca, em 1910, a socialista alemã Clara Zetkin propôs um dia permanente no calendário para que as mulheres pudessem ter suas vozes ouvidas. O primeiro dia internacional foi celebrado em 1911, embora a data de 8 de Março fosse marcada, naquele ano, pela Primeira Guerra Mundial. Celebrada e formalizada pelas Nações Unidas em 1975, a cada ano a ONU adota um tema como forma de destacar e chamar a atenção para uma questão em específico.

Como o Dia Internacional da Mulher é celebrado ao redor do mundo

O Dia Internacional da Mulher é um feriado oficial em vários lugares e comemorado em muitos outros. Dependendo de onde você estiver, as comemorações vão desde receber presentes até manifestações e protestos políticos.

1. Itália

Uma tradição no dia 8 de Março para as mulheres na Itália é receber cachos de pequenas mimosas amarelas; o símbolo escolhido para o Dia Internacional da Mulher neste país. Também simbolizando a força feminina, é comum que as mulheres dêem mimosas de presente, umas às outras, como um sinal de solidariedade feminina. (Por ser um país food-oriented, você encontrará bolo e massas criadas com o amarelo vibrante, combinando assim com a flor!)

2. Romênia

Na Romênia, o Dia Internacional da Mulher é celebrado em um jeito parecido com o Dia das Mães, dando um motivo para as pessoas, particularmente homens, a reconhecer suas mães, avós, e amigas, entregando-lhes cartões e flores.

3. Estados Unidos

O Dia Internacional da Mulher não é feriado oficial nos Estados Unidos, ainda que o mês de Março seja conhecido como o Mês da História da Mulher; um período para dar atenção às conquistas das mulheres durante sua história – seja no passado ou no mundo contemporâneo. No dia 8 de Março, capitais sediam comícios, conferências e eventos de negócios que reúnem debates e liderança feminina sobre o tema.

4. Rússia

Ainda que essa data seja um feriado oficial na Rússia desde 1918, seu significado original parece ter sido esquecido em grande parte nas suas raízes políticas, reconhecendo as mulheres, em termos gerais, apenas por meio de presentes.

5. China

Enquanto que o Dia das Meninas é no dia 7 de Março na China, o país tem reconhecido o Dia Internacional da Mulher desde 1949. No dia 8 de Março, as empresas são encorajadas — ainda que não obrigadas — a dar ao seu staff feminino um half-day off. Entretanto, há também um lado comercial fortemente enraizado neste dia, em que os homens são incentivados a comprar presentes para as mulheres.

6. Austrália

Embora os australianos comemorem o Dia Internacional da Mulher há décadas, as marchas tornaram-se comuns desde o início de 1970. O dia se desenrola em todo o país com uma variedade de painéis de discussão, cafés da manhã e eventos com mulheres líderes em seus campos, falando publicamente em busca de mais representatividade, igualdade e diversidade em todas as áreas.

7. Espanha

Após o sucesso inesperado em grande escala da greve geral na Espanha em 2018, na qual mais de 5 milhões de pessoas saíram às ruas por 24hrs, o país continua a tomar as ruas. Embora uma greve em massa não seja necessariamente o foco dos próximos Dias Internacionais da Mulher, o povo espanhol é claro em seu objetivo de se concentrar cada vez mais nos direitos das mulheres.

8. Reino Unido

Realizado durante três dias em Londres, incluindo o Dia Internacional da Mulher, o festival Women of the World apresenta palestrantes, ativistas e artistas que se reúnem para resolver os problemas que as mulheres enfrentam no mundo. Fundado no Reino Unido, o WOW agora tem festivais em outras partes do mundo também, com discussões, palestras e exposições que se entrelaçam e se alimentam sob o mesmo nome.

9. Chile

O dia no Chile é marcado por marchas em várias cidades, especialmente na capital Santiago, com os manifestantes usando lenços verdes para simbolizar seu apoio aos direitos sexuais e reprodutivos. Cantos, batidas de percussão e fantasias elaboradas também podem aparecer na celebração.

10. Argentina

Comemorado desde 1900, os argentinos costumavam marcar o Dia Internacional da Mulher dando presentes para suas mulheres. No entanto, nos últimos anos, os protestos se tornaram uma característica, com os cidadãos cada vez mais tomando as ruas para protestar contra a violência, a disparidade salarial ainda presente, a igualdade de representação nas artes e outras mudanças sociais.

Vivencie o Dia Internacional da Mulher no exteriorEstude com a gente