Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

12 incríveis tradições de Natal de todo o mundo

12 incríveis tradições de Natal de todo o mundo

Há muito o que amar no Natal – comida, família, amigos. O que torna a temporada de festas ainda mais charmosa é o fato de que, em todo o mundo, os países desenvolveram suas próprias tradições de Natal.

Aqui estão as tradições de Natal mais maravilhosas (ou maravilhosamente estranhas) de várias partes do mundo:

1.Frango de Natal

O Natal tem tudo a ver com comida e, no Japão, essa comida está associada a três letras: KFC. As pessoas migram em massa para a rede estadunidense de fast-food para comer (pegue seus hashis) “Kurisumasu ni wa kentakkii”, também conhecido como “Kentucky For Christmas!”. A tradição de comer “(fried) Christmas chicken” nasceu de uma campanha de marketing de 1974 – e até hoje, todo ano, o KFC registra um número maior de vendas na véspera de Natal. Talvez a mais gostosa das tradições de natal, não é?

2. Números da sorte

Desde o final do século 19, a loteria nacional espanhola distribui a maior quantia em dinheiro do ano: “El Gordo” (uma bolada em dinheiro sorteada, ao estilo “Mega da Virada”). Esse sorteio se tornou um grande evento social e também uma de suas tradições de natal. Geralmente acontece no dia 22 de dezembro e as pessoas fazem “bolões” comprando dezenas de bilhetes de loteria cada, com a grande esperança de ser um dos sortudos vencedores. Os números da loteria são tradicionalmente cantados por um coral de vinte e duas crianças em idade escolar e, praticamente, todo o país pára na esperança de receber o maior presente de Natal da vida.

3.“Tió de Nadal”

Caso você não seja fã de árvores de Natal, talvez uma tora de Natal possa te interessar? Em muitas partes da Espanha, os presentes são trazidos pelo Tió de Nadal ou Tora de Natal – um pedaço de madeira que é frequentemente decorado com um rosto e perninhas. No entanto, o Tió de Nadal não traz apenas os presentes para as famílias: Ele também é alimentado à noite e pode se aconchegar com seu próprio cobertor. Fofo, né? Não?! Bem, a “fofura” para por aí: na véspera de Natal, o tronco é colocado na lareira, onde as famílias batem no pobrezinho até… hum… ele “evacuar” presentes e doces.

Agora provavelmente seria um bom momento para mencionar que o Tió de Nadal tem um apelido: Caga Tió, também conhecido como “tora cagona”… Foi isso mesmo que você leu…

4.Vassouras e espanadores

Na Noruega, Natal significa esconder seus esfregões e vassouras – não porque as pessoas não querem limpar, mas porque os noruegueses são um pouco supersticiosos e querem impedir que espíritos malignos, que retornam à Terra naquela noite, roubem as vassouras e façam um passeio por aí, pelos céus na noite de natal.

5. Aranhas de Natal

Acredite ou não, aranhas também podem se tornar parte das tradições de Natal. Na Ucrânia, as árvores de Natal são decoradas com teias de aranha – não se desespere, são enfeites que parecem teias de aranha, que segundo eles, trazem boa sorte. Segundo a história, existia uma mulher pobre que não podia pagar ornamentos para decorar sua árvore, na manhã seguinte, ela acordou e sua árvore estava coberta de teias de aranha que brilhavam lindamente à luz do sol. Outros países, como a Polônia ou a Alemanha, consideram boa sorte encontrar uma aranha ou teia de aranha na árvore de Natal.

6. Caixa postal do Papai Noel

Aposto que todos nós já escrevemos uma carta para o Papai Noel em algum momento – mas você sabia que ele realmente tem um endereço? A caixa de correio dele está no Canadá e, se você o escrever até 16 de dezembro, ele responderá em mais de 30 idiomas, incluindo Braille. Envie sua carta para o Papai Noel, Polo Norte H0H 0H0, Canadá. É grátis e não há carimbos necessários – porque o Papai Noel é incrível e o código postal do Polo Norte também.

7. Picles de Natal

Pois saiba que um picles deveria ser a sua decoração de Natal favorita, porque significa que você receberá um presente extra! Em muitos países, um ornamento em forma de picles está escondido em algum lugar da árvore de Natal e a pessoa que o encontra recebe um presente extra ou apenas muita sorte. Não está claro como ou onde a tradição realmente surgiu, mas acho que podemos lidar com isso – desde que tenhamos esse presente extra.

8. Estrelas Orientadoras

Em algumas partes do mundo, como Ucrânia e Polônia, o momento certo para abrir os presentes está escrito nas estrelas: o filho mais novo da família precisa observar o céu noturno e esperar a primeira estrela aparecer – esse é o sinal de que a abertura dos presentes pode começar. Caso o dia esteja nublado, alguém simplesmente decide quando é a hora certa, mas preferimos a primeira opção.

9. Pudim de Natal

Pudim – em todos os sabores e consistências – é um prato popular de Natal. Na Eslováquia e em partes da Ucrânia, o pudim não apenas aquece o coração, mas também pode prever o futuro. O membro masculino mais velho da família pega uma colher ou pudim de loksa e o joga no teto. Quanto mais pudim grudar, mais sorte a família terá. Simples assim.

10. Pato Donald

Uma importante tradição sueca é o Natal “Donald Duck Special”. Este programa de TV de uma hora é exibido na véspera de Natal às 15h, e todas as festividades são planejadas para que as famílias possam assistir ao programa juntos.

11. Monstros de Natal

O Natal, em toda a sua glória festiva e alegre, também parece ser o momento de monstros que lembram as crianças de serem boas e se comportarem por pelo menos um mês do ano. Um dos membros mais surpreendentes dessa “Polícia de Natal” é Jólakötturinn, o gato de Natal islandês. Parece fofo, mas, pelo que dizem, não é o que parece: Jólakötturinn come crianças – ou seja, as crianças que não cumpriam suas tarefas e não ganharam roupas novas para o Natal. Feliz Miautal!

12. Patins

O prêmio para a Tradição Mais Legal de Transporte de Natal vai para a capital da Venezuela, Caracas. Lá, as pessoas não vão apenas andando à missa de Natal. Não, elas andam de patins. Partes da cidade são bloqueadas, para que todos possam andar de skate ou patins com segurança até a igreja.

Pronto para passar o natal em outra cultura?Faça um intercâmbio

Compartilhe esse artigo

Artigos recentes de Cultura