Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

12 dicas para quem quer trabalhar no exterior

12 dicas para quem quer trabalhar no exterior

Trabalhar no exterior não é somente uma experiência incrível, mas também pode lançar sua carreira internacional e abrir portas para novas oportunidades ao redor do mundo. Suas habilidades com idioma vão melhorar em níveis astronômicos e suas competências multi-culturais vão quebrar o talhado enquanto você aprende coisas novas. Resumindo: se você tiver a oportunidade de trabalhar no exterior, vá! Para te ajudar a se preparar, nós reunimos algumas coisas que você deve considerar, fatos a pesquisar e perguntas a fazer (a você mesmo).

1. Aprenda tudo sobre os vistos e as permissões

Não importa o quanto você se planeje e se organize, seu sonho de trabalhar no exterior vai trombar com um visto ou com uma permissão de trabalho. Dessa forma, saber qual papelada você precisa para trabalhar legalmente em outro país – e o que você precisa para conseguir esses documentos – será o primeiro passo. Certifique-se de que você está levando em conta que o visto ou a permissão podem levar algum tempo para ficarem prontos. Você também precisará saber quanto tempo você poderá permanecer com esses documentos – eles estão ligados a uma empresa ou você pode ficar lá por um período de tempo independentemente da empresa na qual você trabalha?

2. Pesquise o custo de vida VS o seu salário

O próximo item na lista de coisas importantes a considerar: dinheiro. Você pode até não saber exatamente quanto dinheiro você ganhará por mês, mas é preciso saber a média salarial da indústria e quanto isso se compara ao custo de vida local. Você basicamente precisa descobrir quanto dinheiro sobrará quando as contas do mês forem pagas. (Algumas coisas podem ser desanimadoras como morar em um lugar incrível, mas não ter dinheiro para aproveitar).

3. Descubra onde conseguir um emprego e um lugar para morar

Se alguma cidade tem seu coração, pesquise o quão fácil será achar emprego e moradia. Pesquise como as pessoas vão para o trabalho e como isso afeta no seu orçamento e nas suas expectativas. (As coisas podem ser mais fáceis se você quiser mudar para um país e ser mais flexível em relação aonde você quer trabalhar, mas ainda sim você precisa de um emprego e um teto).

4. Considere seu tempo livre

Uma das razões para se mudar para outro país é provavelmente porque você quer explorar uma nova cultura – e você precisará de tempo para fazer isso. Isso pode até não soar tão importante no começo, mas descubra a quantidade de tempo livre que você terá, já que isso pode variar entre os países. Muito trabalho e pouca viagem pode estragar seus planos, então certifique-se que você terá tempo (e dinheiro) para explorar e/ou visitar sua família de vez em quando.

5. Construa uma network

Ter uma network em outro país é crucial – com sorte, você nem precisará viajar para lá para uma conversinha: Utilize as redes sociais para achar e se conectar com pessoas da sua indústria. Pedir ajuda ou um conselho a alguém é sempre um caminho para conseguir alguma porta aberta , então comece a ativar o Twitter e o LinkedIn, junte-se a grupos ou fóruns e fale com locais.

6. Aprenda sobre o país e sua cultura

Quando se está de férias, tudo é um pouco mais incrível. Nós não queremos molhar seus planos, mas viver em outro país será um pouco diferente: Terão contas, impostos e ônibus atrasados. Você também poderá viver mais longe da praia do que você gostaria. Agora, nós não estamos dizendo que tudo vai ser ruim, nós só queremos que você seja realista e não julgue seu futuro lar. Uma boa ideia é visitar seu futuro país e se perguntar se você realmente quer mudar para lá. Esse tempo também pode ser bom para encontrar um possível empregador (mesmo que seja só para networking), olhar os bairros e conversar com locais sobre o atual mercado de trabalho e a qualidade de vida.

7. Aprenda como os locais acham trabalho

Diferentes culturas têm diferentes formas de procurar emprego – alguns têm um estilo mais formal com um monte de papelada enquanto outros preferem uma interação mais pessoal. Pesquise como os locais acham seus empregos e descubra se você conseguirá fazer alguma coisa sozinho ( longe de casa) ou se você terá que passar por uma agência de recrutamento.

8. Estude como montar um CV e cartas de apresentação

Agora que você sabe como encontrar um emprego, você precisa ter tudo pronto para que o processo comece: Aprenda tudo sobre layout, conteúdo e formalidades sobre escrever um CV e cartas de apresentação no seu novo país (e na sua indústria também). Certifique-se quais detalhes pessoais são necessários e quais documentos incluir.

9. Leia sobre possíveis diplomas e certificações

Dependendo da sua formação, suas habilidades e experiências, seu novo lar pode pedir por um diploma extra de proficiência ou certificado. Pesquise o que é preciso para aquele emprego e aprenda como, onde e quando tirar os documentos necessários. (Isso significa que você terá que gastar mais tempo e dinheiro para chegar onde você quer.) Se você precisar certificar o seu nível de Inglês, o teste grátis EFSET é um excelente lugar para começar.

10. Prepare-se para coisas diferentes

Explorar algo novo, começar um novo capítulo na sua vida e aumentar seus horizontes são (com esperança) as razões pelas quais você quer trabalhar no exterior. Certifique-se que você está preparado para as possibilidades de um choque cultural, saudade de casa e alguns “mas por quê?” – perguntas que sempre acompanham um “as coisas são assim mesmo”. Isso tudo acontece com todo mundo, então veja isso como um sinal de que você está crescendo e se tornando ainda mais incrível e está prestes a criar memórias que durarão o resto da sua vida.

11. Tenha um plano B (só por precaução)

Não queremos te desencorajar de nenhuma aventura, mas como um viajante do mundo, você sabe que é sempre bom ter uma outra estratégia em caso de algo não ir de acordo com os planos. Por exemplo: é bom saber por quanto tempo você pode pagar e viver no país sem um emprego. Dito isso, será importante descobrir a quantidade de dinheiro que você quer guardar para alguma emergência.

12. Se joga

Se não for agora, quando?

Combine estudos com estágio no exteriorEstágios no exterior

Compartilhe esse artigo

Artigos recentes de Carreira