GO Blog | EF Blog Brasil
Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
MenuPeça um Catálogo Grátis

10 razões para amar Dublin

10 razões para amar Dublin

O nome desta cidade já evoca imagens ricas de história, colinas verdes onduladas, ruas fascinantes da cidade e infinitos litros de Guinness. Na costa leste do país, a capital da Irlanda é um refúgio extremamente popular na Europa. Aqui estão 10 razões para amar Dublin.

1. História

Dublin é uma cidade medieval que foi colonizada pelos vikings. Basta caminhar por suas ruas históricas para deixar sua mente livre para tecer contos sobre os segredos que as pedras guardam. Para uma aula de história mais detalhada, vá ao Museu Natural da Irlanda para descobrir corpos de pântanos (que acredita-se terem sido sacrificados), esqueletos vikings e lindas joias celtas da idade do bronze e do ferro.

2. O irlandês

Sorrisos largos, olhos enrugados e histórias fantásticas. Os viajantes de outros países podem falar dos “locais amigáveis” que vivem lá, mas até que você tenha vivido ao lado dos irladenses, você ainda não sabe o que amigável significa. Resumindo: os Dubliners são perfeitos.

3. A música

A música tradicional irlandesa com certeza tocar seu coração, mesmo se você não estiver pronto para isso. Com uma rica história, muito talento e letras harmoniosas, uma viagem para Dublin simplesmente não está completa até que você passe uma longa noite ouvindo os locais tocarem até altas horas. Você pode até chorar – mas isso é parte da diversão!

4. Sem necessidade de carro

Esqueça andar de carro ou chamar um táxi. Em Dublin, seus pés são tudo o que você precisa. Em diversos sites, você encontrará passeios guiados gratuitos que abrangem interesses gerais desde literatura, história ou até uma ida aos famosos bares da região. Não gosta de mexer em mapas? Em Dublin, você encontra podcasts que te guiam a pé pelas ruas da cidade. Vale lembrar: a cidade está repleta de cafés, restaurantes e pubs (pequenos bares) que servem para repor as energias após as caminhadas, o que nos leva a…

5. Guinness

Existem muitas teorias sobre por que a cerveja Guinness parece ter um gosto melhor na Irlanda. Além da popularidade, os pubs locais escoam os barris mais rápido, então a cerveja é sempre super fresca e as torneiras estão sempre completamente limpas (um representante do Guinness cuidará disso). Além disso, um Dubliner saberá exatamente como servir a famosa cerveja. Há uma matemática elaborada entre a temperatura ideal, o tipo de vidro e aqueles 120 segundos vagarosos para que se crie a espuma perfeita.

6. Cenário gastronômico em expansão

Não imaginou “Dublin” e “gourmet” na mesma frase? É hora de mudar seu pensamento! Graças a uma valorização cada vez maior dos produtos naturais da região (ostras, vieiras, camarões, carnes e queijos country) e pratos tradicionais (pão de soda com manteiga, panquecas de batata “quadradas” ou pudim preto e branco) há uma cena gastronômica crescente em Dublin. De tabernas à luz de velas a restaurantes chiques, esta cidade está colocando as mãos na massa!

7. Manteiga irlandesa

Tão…amanteigada. É quase um erro experimentar a manteiga irlandesa, pois isso faz com que a manteiga comum perca seu sabor. Será que tem a ver com a grama super verde que alimenta as vacas durante o ano? O que é certo é que a partir de agora, você sempre estará procurando marcas irlandesas na seção de laticínios do seu supermercado.

8.Veja os papagaios-do-mar

Pegue uma balsa para Ireland’s Eye, uma ilha perto de Howth. Ao lado dos papagaios-do-mar (embora saibamos que você foi especialmente para eles), você verá focas cinzentas e uma infinidade de aves marinhas, como guillemots, razorbills e cormorants.

9. Felicidade à beira-mar

Em Dublin, o mar nunca está longe. Trocar a cidade pelo litoral é muito fácil. Durante a viagem de trem, deixe sua mente vagar enquanto você viaja nesta rota panorâmica de 53 quilômetros que liga as cidades costeiras. Aproveite para explorar a vila de pescadores e faça caminhadas nos penhascos em Howth, na cidade portuária de Dún Laoghaire, passeie à beira-mar até Killiney Hill, cidade resort Dalkey, no porto de Sandycove ou na praia de Bay Side – onde nós o desafiamos a resistir à coleta das belas conchas que pontilham suas praias.

10. Faça o caminho de Wicklow Way

Fãs de caminhadas, preparem suas botas quando estiverem em Dublin. Afinal, a cidade é o ponto de partida do Wicklow Way, uma trilha autoguiada de 131 quilômetros. Durando cerca de 5 a 7 dias, o percurso passa por caminhos de montanha, estradas rurais e colinas, florestas de boreens (antigas e estreitas estradas rurais), lagos, sítios monásticos e ruínas, terminando em Clonegal. Quer percorrer o caminho de Wicklow? Venha preparado com equipamento à prova d’água – você nunca sabe qual o clima nesta parte da Irlanda!

Venha viajar com a EF!Cursos de idiomas no exterior
Receba as últimas informações sobre viagens, idiomas e cultura no GO BlogQuero me inscrever

Aprenda um dos 12 idiomas em mais de 50 destinos

Saiba mais