Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

Os 10 idiomas mais divertidos de se aprender

Os 10 idiomas mais divertidos de se aprender

Não há nenhuma razão para acreditar que aprender um idioma seja tedioso. Certamente, se a fluência for o seu objetivo, será necessário ter empenho e dedicação em seus estudos, mas isso não significa que você não se divertirá durante o processo. Se o vocabulário do idioma escolhido chama a sua atenção, ou a pronúncia dá um nó em sua língua, haverá sempre um jeito mais agradável de estudar. Caso esteja a fim de se divertir um pouco, considere aprender um desses 10 idiomas:

1. INGLÊS

Pelo fato de possuir uma gama de palavras de outros idiomas introduzidas em seu vocabulário, o inglês é uma lingua extremamente expressiva, variada e flexível. É o idioma da cultura popular global e fortemente influenciada por ela, pois incorpora em seu dicionário a linguagem informal como “oficial”, como por exemplo, selfie (auto-retrato), bromance (mistura de irmão “brother + romance”) e frankenfood (comida geneticamente modificada “Frankenstein + food). Normalmente essas palavras são junções de duas que formam uma nova. Além disso, é um idioma com grande abrangência, estima-se que de 1 a 1.6 bilhões de pessoas falem inglês. Sendo assim, você terá muitas oportunidades para colocar as novas palavras em prática.

2. ESPANHOL

Além de sua utilidade (mais de 400 milhões de pessoas são nativas no idioma), o espanhol é um idioma divertido de se aprender. Logo nas primeiras aulas você você lembrará do Chaves, Ligeirinho, Gato de Botas, Dora a Aventureira e outros personagens espanhóis ou latinos. Como bônus adicional, além de o espanhol ser um idioma gostoso de aprender, pode render muitas risadas quando se pronuncia os “erres”.

3. JAPONÊS

Quando aprender japonês, você ficará impressionado com suas garaigo (palavras emprestadas) geralmente escritas no sistema de caracteres “katakana”. Alguns exemplos de palavras ocidentais agora incorporadas à linguagem cotidiana: apo(compromisso), arubui (trailer) e baiku (bicicleta), e muitas vezes você será obrigado a usá-las, por conta de contextos.

4. LINGUAGEM DE SINAIS

Aprender a língua de sinais proporciona um exercício totalmente diferente para o seu cérebro e fará com que você ganhe novas habilidades. E há também benefícios práticos: imagine ser capaz de falar facilmente do outro lado da praça, ou em um concerto lotado, ou mesmo com a boca cheia! É um privilégio! Afinal, quantas pessoas fora da comunidade surda podem realmente dizer que “falam” a linguagem de sinais?

5. PORTUGUÊS BRASILEIRO

Sim, para quem não nasceu aqui, é um ótimo exercício de aprendizagem. Juntamente com nossa música requebrante e praias banhadas pelo sol, o nosso português com os adoráveis diminutivos “inha/inho” e a fala de ritmo agitado e brincalhão, realmente destaca-se do modo europeu, temos nosso próprio jeitinho. Falar o português com o nosso sotaque, para os estrangeiros, é uma grande vantagem ao socializar nas visitas às belas paisagens desse país.

6. TURCO

Você pode ser surpreendido ao perceber que a língua turca ostenta um grande número de estrangeirismos – particularmente do francês – e que sua gramática é relativamente lógica. Ficou curioso (a)? A diversão realmente começa quando se aprende a ler e a escrever com símbolos fonéticos, mas usando o alfabeto latino, bem como memorizar os sons turcos de caracteres já conhecidos (a língua turca possui um alfabeto latino com sons característicos do próprio idioma). Por exemplo, um “c” turco tem o som “j” em inglês como em “jam”).

7. ITALIANO

Ahhh, o idioma do amor! Nós sabemos que você já se imagina conversando em italiano enquanto passeia pelas ruas de paralelepípedo de Roma fazendo zig zag em uma Vespa, ou comendo uma autêntica pizza. É verdade! O amor pela arte e pela comida italiana faz com que o idioma italiano fique impregnado em nosso inconsciente coletivo – e está longe de perder popularidade.

8. ALEMÃO

Quando aprender alemão você provavelmente ficará surpreso com suas palavras imensas. Porém, uma vez que você as separa, irá descobrir que na verdade são junções de outras palavras, mas muitas delas são intraduzíveis. Tente Schadenfreude (um sentimento de felicidade com a desgraça alheia), Fernweh (saudade de um lugar que você nunca esteve) ouVerschlimmbessern (tentando melhorar alguma coisa e tornando- a pior no processo).

9. QUECHUA

Você se imagina aprendendo a língua dos Incas? Sim, isso pode parecer um pouco estranho, mas o que seria mais divertido do que aprender uma língua rara que fizesse com que sua experiência de viagem fosse muito melhor? Se você estiver planejando viajar pelos Andes Peruanos, Equador ou Bolívia, os habitantes destes locais irão elogiar seu esforço linguístico para se comunicar em quéchua e deixar o espanhol de um pouco de lado (também falado lá). Felizmente, é realmente muito fácil e divertido dominar o básico. Quanto à gramática mais avaçanda você pode deixar para depois.

10. CHINÊS

Enquanto a gramática chinesa é realmente mais simples do que em muitas outras línguas, a verdadeira diversão começa quando aprender a falar. Chinês é uma língua tonal (ela tem quatro tons), o que significa que um único som pode ser pronunciado de quatro maneiras diferentes – sim, com quatro significados diferentes! Ao mesmo tempo em que você irá se atrapalhar quando começar a aprender chinês, irá ter agradáveis momentos de estudos, rindo de si mesmo.

Compartilhe esse artigo

Artigos recentes de Idiomas