Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

Como memorizar mais rápido um novo vocabulário: 9 dicas

Como

Não importa o quão boa seja sua gramática, se você não souber nenhuma palavra com a qual possa usá-la, você (literalmente) não irá muito longe com suas habilidades do idioma: o vocabulário abre portas para novos mundos e torna o aprendizado divertido e satisfatório.

Mas expandir o leque de palavras que você conhece é como uma dieta: você tem que se esforçar e não há um truque de mágica, nem um segredo ou uma maneira única de fazer isso. Todos têm que descobrir o que funciona melhor para eles; mas ser paciente, estabelecer metas reais e recompensar a si mesmo se você alcançá-las é uma boa estratégia que pode ser complementada com qualquer um dos seguintes pontos.

1. Use técnicas de memória

Uma maneira popular de memorizar vocabulário é o uso de mnemônicos, que são atalhos mentais que ajudam a lembrar de palavras ou conceitos mais complexos. Por exemplo, você pode criar associações entre palavras: se você não sabe como soletrar as palavras de accommodation (acomodação), lembre-se de que ela tem “hastwocots that need twomattresses” (“duas camas que precisam de dois colchões”). Ou você usa uma acrônimo: tipo, quando você precisa ir para STORE (Loja) para comprar Spaghetti (Espaguete), Tomatoes (Tomate), Olives (Azeitona), Rice (Arroz) e Eggs (Ovos). O problema é, claro, que você ainda precisa memorizar o acrônimo, música ou associação, mas com um pouco de prática, você ficará bom em criar conexões criativas e úteis.

Plus: Quanto mais você pensa em acrônimos ou associações, melhor se lembra das palavras que vêm com elas.

2. Crie um ambiente de aprendizagem

Quando você está estudando no exterior, vai ouvir e ler o idioma em qualquer lugar e aprender muito mais rápido por meio da imersão. Mas você não precisa ir para o exterior para aumentar o número de palavras que conhece – você pode criar um ambiente inspirador e propício ao estudo onde quer que esteja: compre revistas ou livros do novo idioma, assista a filmes e cozinhe (ou apenas coma) a comida local.

3. Coloque as palavras no contexto

Uma boa ideia para aprender mais palavras com mais rapidez é colocá-las em contexto: em vez de escrever listas de palavras aleatórias, tente colocá-las em frases. Assim, você saberá como a palavra é usada na vida real. Além disso, se você criar frases engraçadas, será mais fácil de memorizar. Dependendo de como você aprende, você também pode fazer desenhos ou encontrar imagens que irão complementar as frases e colocar as palavras em seu habitat natural.

4. Aprenda com situações da vida real

Falando em contexto: filmes, programas de TV, livros, podcasts ou músicas não são apenas uma ótima fonte para as palavras mais comuns, eles também podem ajudá-lo a memorizar o vocabulário porque sempre vêm associados a uma cena, uma pessoa ou a um evento. Portanto, tente ler livros ou assistir a filmes no idioma original (com legendas) e descobrir o que as palavras significam. Se você vir ou ouvir uma frase ou sentença que não entende, escreva, procure e comece a memorizá-la.

5. Leve para o próximo nível

Se você quiser levar o aprendizado de línguas para o próximo nível, deixe espaço suficiente para mapas mentais com palavras associadas, sinônimos ou antônimos. Se você quiser tirar o máximo proveito do seu processo de aprendizagem, tente não traduzir a palavra em seu idioma nativo, mas, em vez disso, explique e descreva-a no idioma que você está tentando aprender.

6. Encontre as ferramentas que funcionam para você

Todo mundo aprende de maneira diferente, então, se você ainda não sabe o que funciona para você, tente de várias maneiras diferentes (ou uma combinação delas) possíveis: cartões, aplicativos, listas, jogos ou post-its são ótimas maneiras de memorizar vocabulário. O mesmo vale para encontrar o momento certo: algumas pessoas querem reservar um horário específico, outras aprendem mais espontaneamente. Não importa qual abordagem você escolha, certifique-se de entrar em algum tipo de ritmo – afinal, a prática leva à perfeição.

7. Torne-o interativo

Assim como você tem que encontrar as ferramentas certas que funcionam para você, também é importante tornar a experiência de aprendizagem o mais abrangente possível: não leia apenas as palavras de cartões ou listas – ouça pronunciadas, diga em voz alta e escreva ou digite. Quanto mais você fizer do seu encontro com as palavras uma experiência para todos os sentidos, melhor. (Por que não tomar sorvete enquanto aprende como são chamados os diferentes sabores?).

8. Concentre-se em palavras úteis

Se você deseja expandir seu vocabulário porque deseja trabalhar em uma empresa de marketing no exterior, provavelmente não precisa ler os romances de Shakespeare ou se concentrar em palavras que pertencem à Idade Média. Quanto mais práticas e populares forem as palavras para sua carreira, hobbies e conversas na vida real, mais fácil será aprendê-las – e você poderá usá-las com mais frequência. (Isso pode ser como um jogo: você pode se recompensar cada vez que usar uma determinada palavra em uma conversa na vida real).

9. Repita e depois repita mais um pouco

Lembre-se de não apenas repetir as palavras atuais, mas também as “coisas antigas” que você acha que já memorizou. Você não precisa olhar para as palavras armazenadas com tanta frequência quanto o novo vocabulário, mas quanto mais você usar as palavras, melhor você se lembrará delas.

Pratique as novas palavras em um intercâmbioSaiba Mais