Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

7 programas de TV iconicos para afiar o seu senso de humor britânico

7

O senso de humor britânico é conhecido por ser um humor seco, tipo a sua boca depois de comer um monte de doritos picantes. Já que ninguém quer uma boca cheia de doritos picantes, aqui vai uma breve introdução ao nosso “estilo indutor de risos”, além dos nossos melhores programas de televisão para impulsionar o seu sotaque inglês e elevar o seu nível de ‘divertimento’.

Então, como definimos o humor britânico?

Bom, você pode esperar uma dose saudável de sarcasmo e ironia – geralmente destinadas à bobagem da vida em geral. Pode ser difícil de identificar porque muitas vezes é feito sem o uso de expressões faciais, então você pode precisar prestar muita atenção. Alguns exemplos que você precisa prestar atenção são:

“Obrigado por gritar alto no telefone durante a nossa viagem de trem”.

“Eu realmente amo assistir você não fazer absolutamente nada.”

“É incrível quando as pessoas se empurram na minha frente na fila de espera”.

O segundo da lista é a autodepreciação; em outras palavras, fazer piadas sobre nós mesmos. Com base em uma modéstia um pouco moderada, os ingleses adoram se colocar pra baixo. Fazemos isso para desviar o desconforto de uma situação ou de uma pessoa, para fazer com que todo mundo se sinta um pouco melhor, ou só porque nos sentimos desconfortáveis por nos gabarmos.

A terceira e última fase do humor britânico é uma leve ofensa. Se a gente fica muito à vontade e confortáveis com você, nós vamos inverter o “fazer piadas de nós mesmos” e, na verdade, vamos começar a TE sacanear.

Desde que a gente não esteja sendo desagradável e também não estejamos te magoando (não damos bola para esse tipo de atitude), você pode se sentir convencido se um novo amigo inglês estiver fazendo uma piada às custas do seu novo chapéu de pompom de outono ou meias listradas. Chamamos isso de ‘brincadeira’, e isso tem data de há pelo menos algumas centenas de anos, porque sabemos que Shakespeare adorava um bom insulto.

Para mais detalhes sobre o humor britânico, confira nosso guia para iniciantes.

Agora que as nossas definições acabaram, aqui estão os nossos sete melhores espetáculos para você dominar o que acabamos de comentar.

After Life

Se você não é fã de Ricky Gervais, então provavelmente você não vai ser fã disso. A premissa básica de After Life gira em torno do processo de recuperação de um cara que perde a sua mulher. Ele é super cínico sobre a vida e, no processo, ele basicamente ofende todo mundo. Isso pode ser um gosto para alguns, mas dá uma boa visão sobre alguns dos elementos irônicos e mais obscuros do humor britânico.

Sex Education

Sex Education é absolutamente brilhante; tem muitas “piadinhas” histéricas (“wash yo’ hands, you detty pig!”) e as personagens são maravilhosamente saudáveis. Tem também uma estranha estética onde não se pode realmente dizer se é britânico ou americano. Por exemplo, todos eles têm sotaque inglês, mas estão numa escola ao estilo americano e os rapazes usam Varsity Jackets.

The Office

É um ícone absoluto da televisão britânica e um clássico. The Office é sobre um local de trabalho britânico muito chato, onde todos os personagens são totalmente estranhos, e dizem e fazem as coisas mais tolas do mundo. O gerente David Brent teve seu nome conhecido, e impulsionou os comediantes Ricky Gervais e David Merchant para a fama no Reino Unido.

Drácula

Essa reimaginação de três partes do vilão gótico e icónico de Bram Stoker dá uma nova imagem do bom e velho Drac. Se você gosta de coisas góticas de horror e não se importa com algumas cenas sangrentas, esse pode ser o espetáculo feito para você. A personagem principal inclina-se fortemente para um sotaque britânico bem sofisticado, e por isso, você vai ter algumas excelentes dicas de pronúncia. É um pouco exagerado e bobo também, por isso você pode esperar algumas piadinhas, mas engraçadas, como por exemplo: “você é o que você come!”, e “eu sou morto-vivo, não irracional”!

Derry Girls

Na verdade eu não assisti Derry Girls, mas ouvi coisas boas. Uma crítica chama a série de uma “representação perfeita de meninas adolescentes”, e é aparentemente hilário – apesar de ter sido montada nos anos noventa na Irlanda do Norte, durante o “The Troubles” – conflito na Irlanda do Norte. É engraçado por causa da comunicação entre as personagens adolescentes e os seus pais, especialmente porque os pais parecem muitas vezes agir como mais jovens. Tem uma ironia satisfatória nisso.

The IT Crowd

The IT Crowd não é muito a minha praia, mas acrescentei-a de qualquer forma porque alguns dos meus colegas parecem gostar muito dela. Supostamente, os personagens são um pouco ridículos, o seu humor é seco e sarcástico, e são simplesmente “muito adoráveis”.

Norsemen

Este é de um gosto refinado e, tecnicamente, também não é britânico. Na realidade, é norueguês, No entanto, filmaram tudo em norueguês e inglês. O absurdo da cultura Viking é divertido e os personagens são super desajeitados e aleatórios nas suas interações. Isso me lembra um pouco o humor de Monty Python (um clássico da comédia britânica), e para uma pessoa inglesa fazer esta comparação, diz muito. Mas fique avisado – é um pouco rude.

Vivencie o humor britânico na práticaSaiba Mais