Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

10 fatos divertidos sobre os idiomas

10

Estima-se que existam 7000 idiomas no mundo, do mandarim, falado por quase um bilhão de nativos, até mais de 200 línguas artificiais como o Élfico, falado apenas pelos elfos (imaginários) da história épica de J.R.R. Tolkien e por seus fãs. Com tamanha escala e variedade em como nos expressamos, existe uma série de fatos divertidos sobre idiomas que podemos descobrir. Aqui estão os 10 principais:

1. Onomatopeias

Como primeiro dos fatos divertidos dos idiomas, temos as onomatopéias. Apesar das nossas parecerem naturais, elas não são universais. Os falantes de inglês usam “snip snip” para se referir à tesouras enquanto os japoneses dizem “chocki chocki”. As buzinas dos carros fazem “düt düt” na Turquia ao invés de “beep beep”, e os trens coreanos fazem “chik chik pok pok” e não “chugga chugga choo choo”, como em inglês. O reino animal também oferece inúmeras comparações. No africâner, as abelhas dizem “zoem-zoem” (não “buzz”) e as vacas dizem “hamba” em bengali (não “moo”). O canto do galo também é diferente entre os idiomas: o “cockadoodle-doo” do inglês se torna “co-co-ro-co” em catalão, “kikeriki” em alemão e “goh-geh-goh-goh” em chinês.

2. Uma longa história

Juntamente com a “antidisestablishmentarianism” muito citado, existem vários outras para tentar memorizar. O “Pseudopseudohypoparathyroidism” é um distúrbio da tireóide, o “supercalifragilisticexpialidocious” de Mary Poppins realmente aparece em alguns dicionários e (curiosamente) “hippopotomonstrosesquipedaliophobia” é o medo de palavras longas. Mas as palavras longas são valiosas? Essa é uma preferência pessoal – embora, se você acha que não, saiba que o ato de descrever algo como de pouca importância é outra palavra longa: floccinaucinihilipilification.

3. A contagem das letras…

Os falantes de inglês sabem que o alfabeto tem 26 letras, mas podem não perceber que isso não é padrão. Rotokas, uma língua falada na Papua-Nova Guiné, tem apenas 11 letras, o que o torna o alfabeto mais curto da Terra. A coroa pela maior quantidade de letras vai para o Khmer, falado no Camboja, com 74 letras.

4. Muitos caracteres

O mandarim/cantonês ostenta 50.000 caracteres, precisando de muitos flashcards para se lembrar de todos. Mas se você estiver aprendendo mandarim, não se preocupe: para ler um jornal, você “apenas” precisa conhecer 2.000 caracteres.

5. O que vem primeiro?

A pergunta sobre “qual é o idioma mais antigo” não pode ser respondida porque idiomas e culturas faladas apenas com tradições orais não são levados em consideração. Os idiomas mais antigos com registros escritos são hebraico, sânscrito, sumério e basco.

6. Linguistas criativos

Mais de 200 idiomas artificiais – às vezes chamados de idiomas construídos – foram criados desde o século XVII. Muitos foram inventados por filósofos para usarem entre si, embora, nos dias atuais, as línguas artificiais (como élfico, klingon, na’vi e dothraki) tenham sido criadas para a cultura pop, comércio e negócios.

7. Hora da rima

“E” é a letra e a vogal mais comuns em inglês e “R” é a consoante mais comum. No entanto, mais palavras começam com a letra S. Algo especialmente divertido no inglês é sua longa lista de palavras que não rimam com nenhuma outra. Pense em silver, bulb, angel, month, husband, wolf, purple, hungry e wasp…

8. Abundância de sinônimos

Algumas línguas têm conceitos culturais ou culinários com muitas dezenas de sinônimos (tornados famosas pelas línguas esquimós inuíte e yupik e suas várias palavras para se referir à neve). Existem 27 palavras em albanês para “bigode” (incluindo “dirs ur”, que se referem aos novos pelos faciais de um adolescente) e 43 palavras em somali relacionadas a camelos. No Havaí, existem 108 palavras para descrever batata-doce, 47 para bananas e 200 para chuva.

9. O maravilhoso mundo dos somordnílap

Uma palavra que cria outra quando soletrada de trás para frente – pense em stop > pots – é um somordnílap (tirado de “palíndromos” ao contrário). Alguns exemplos de somordnílap em inglês incluem: diaper > repaid, desserts > stressed, evil > live, dog > god, drawer > reward, gateman > nametag, e smart > trams.

10. Sotaque na linguagem de sinais

Assim como não existe uma língua falada sem “sotaque”, também há sotaques na linguagem de sinais. Isso ocorre porque a linguagem de sinais não é uma tradução ou representação direta da linguagem falada, mas sim sua própria linguagem com gramática, expressões idiomáticas, gírias e expressões. Os nascidos surdos podem dizer com facilidade se outra pessoa é surda ou não ou se é nova na linguagem de sinais.

Nos EUA, os nova-iorquinos são conhecidos por falar rapidamente, enquanto os de Ohio são mais calmos. Os sotaques podem até ser representados com diferentes estilos de pronúncia, como fazer com que a pronúncia das palavras durem mais do que o habitual para comunicar um sotaque do sul.

Esses foram alguns fatos divertidos sobre os idiomas, mas com certeza existem muitos outros por aí para serem descobertos. Conte para seus amigos essas descobertas de hoje e mostre ser um curioso dos idiomas!

Aprenda um idioma com a genteSaiba mais

Quer estudar um idioma no exterior? Solicite um catálogo grátis

Saiba mais