GO Blog | EF Blog Brasil
Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
MenuPeça um Catálogo Grátis

10 coisas que você deve saber antes de se mudar para Tóquio

10 coisas que você deve saber antes de se mudar para Tóquio

Meditativa, embora super ocupada. Tradicional, embora vanguardista. Relaxada, embora extravagante. Antiga, embora moderna. Você está pensando em viver um ano em Tóquio? Bem, na megacidade do Japão localizada na ilha principal de Honshu, você encontrará tudo. Para te ajudar nessa jornada, aqui estão 10 coisas que você deve saber antes de se mudar para Tóquio.

1. Aprenda japonês (rs)

Aprender um pouco de japonês antes de entrar no avião vai te ajudar bastante na sua viagem. Enquanto os locais tendem a falar mais do que deixam transparecer, um certo grau de fluência tornará sua vida muito mais fácil.

2. Obtenha seu cartão de residência

Já tem seu visto? No aeroporto, você pode solicitar seu cartão de residência logo na chegada. Você precisará disso, mais tarde, para abrir uma conta bancária, para conseguir sua carteira de motorista, registrar-se no seguro de saúde, obter um plano de celular e até mesmo para entrar novamente no Japão depois de viajar como parte da prova do seu visto atual. Este é o seu cartão de identificação oficial, portanto, tenha ele sempre com você.

3. Leve dinheiro

Tóquio ainda é (em grande parte) uma sociedade de dinheiro, não são todas as lojas que aceitam cartões de crédito, especialmente as menores. Os bancos têm um horário de trabalho mais curto do que você está acostumado, portanto, evite ser pego sem dinheiro, utilize os caixas eletrônicos das lojas de conveniência.

4. Pagamentos iniciais fixos

Venha preparado para um grande adiantamento em seu aluguel. Você será cobrado por três meses, talvez até seis meses, antecipadamente. Isso inclui “chave de dinheiro” (uma espécie de bônus para o proprietário), depósito e taxas imobiliárias. Você também precisará de um fiador que ateste por você. Caso você tem um contrato, este pode ser seu chefe (muitas empresas oferecem isso).

5. Visite o escritório do seu distrito

Dentro de duas semanas após a chegada, você deve registrar seu endereço no escritório local ou no kuyakusho. Para isso, traga seu passaporte e cartão de residência recém-emitido. No escritório de sua ala, você encontrará informações sobre jidokan (uma espécie de centro de recreação infantil) e até mesmo aulas de japonês a preços razoáveis, se não gratuitas. Também é aqui que você poderá se inscrever no sistema nacional de seguro de saúde e obter informações sobre recursos e instalações locais (hospitais, parques, etc).

6. Reciclagem

Para fazer o sistema funcionar, é preciso aprender muitas práticas, e isso também depende da colaboração de todos. O sistema de reciclagem pode ser diferente em cada bairro, então prepare-se para aprender o seu. Você logo descobrirá que seu distrito local tem certos dias dedicados a materiais específicos. Respeite as normas de reciclagem!

7. Transporte

Tóquio tem um sistema de transporte público excelente e abrangente. Compre seu cartão recarregável PASMO ou SUICA (o cartão tem a mesma função, a diferença é que eles são oferecidos por duas empresas diferentes) para acessar os serviços locais de trem, ônibus ou metrô. Além disso, seu cartão pode ser usado em pequenas compras, como para pagar armários, serviços de táxi e, geralmente, em qualquer lugar onde você veja os logotipos.

8. Regras sociais não ditas

O interesse em aprender a etiqueta e a vontade de melhorar são certamente apreciados pelos japoneses. Para começar, lembre-se de que dinheiro e cartões geralmente não são passados ​​diretamente de pessoa para pessoa, mas deixados em uma bandeja intermediária para serem recolhidos. E não passe comida de hashis para hashis, espete comida com eles ou sirva de um prato compartilhado usando a ponta que você coloca na boca.

9. Não é apenas sushi

Sabemos que você está ansioso para provar sushi autêntico enquanto estiver em Tóquio, mas lembre-se de que há muitas outras opções para experimentar. Não deixe de provar o soba (macarrão de trigo sarraceno), hitsumabushi (enguia grelhada servida com arroz e temperos), okonomiyaki (panqueca salgada), tako-yaki (bolinhas de massa recheadas com polvo) e onigiri (bolinhos de arroz triangulares com recheios variados).

10. Primeira mercearia

Sobre a comida, leve um contato japonês ou alguém fluente no idioma para lhe apresentar as opções do supermercado local. Por quê? Serão dezenas (e dezenas) de produtos e conceitos culinários que você nunca ouviu falar, e ter alguém para te auxiliar nesse processo fará com que essa parte da viagem seja muito mais tranquila!

Conheça TóquioFaça um intercâmbio!
Receba as últimas informações sobre viagens, idiomas e cultura no GO BlogQuero me inscrever

Aprenda um dos 12 idiomas em mais de 50 destinos

Saiba mais