Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

10 coisas que ninguém te conta sobre gorjetas nos EUA

10

Os visitantes nos EUA são frequentemente confundidos pela nossa cultura de gorjetas. É verdade – é um macaco selvagem com o qual você precisa aprender a dançar tango.

Você dá gorjeta a muitas pessoas nos EUA – servidores, garçons, manobristas, cabeleireiros, massagistas – você pode dar gorjeta inclusive para aquele cara fofo em sua cafeteria local, se quiser. Mas como você sabe a quem dar gorjeta e quanto? E por que a gorjeta está tão arraigada na cultura, de qualquer maneira?

Dê gorjetas com confiança em sua próxima viagem aos EUA com as seguintes dicas de gorjeta que ninguém te conta.

Uma rápida aula de história

Dar gorjetas se tornou regra nos anos 1900. Há rumores de que a prática é derivada da Europa graças à aristocracia. Depois de suas visitas europeias, onde dar gorjetas é parte da cultura, os aristocratas americanos queriam parecer mais cultos e conhecedores que seus pares. Talvez, eles estivessem um pouco entusiasmados demais com a coisa toda, porque os americanos foram posteriormente criticados por dar gorjetas em excesso pelos europeus e continuam sendo até hoje. Porém, atualmente, há uma razão legitima pela qual os americanos continuam a dar mais gorjetas que os europeus.

Nos anos 1960, o Congresso dos EUA decidiu o chamado “crédito de gorjeta”, o que significou que empregadores poderiam pagar aos seus funcionários valores menores do que o salário mínimo se eles ganhassem gorjetas. Ainda válido em muitos estados, isso significa que funcionários voltam para casa com um salário reduzido e contam com gorjetas para sobreviver. Isso é uma verdade na indústria de alimentos. Entretanto, nem todos que recebem gorjetas vivem delas. Algumas profissões incluem as gorjetas como um bônus, mas você deve estar ciente das regras não escritas e dar gorjetas de acordo com elas.

Restaurantes e Cafés

1. 20% é o padrão REAL para gorjetas

Eu trabalhei como garçonete para pagar minhas contas durante minha breve passagem pela escola de arte. Foi lá que eu olhei por dentro o ventre escuro da cultura de gorjetas dos EUA. Especialistas da indústria: o senso comum diz que 15-20% é considerado uma gorjeta normal, mas, honestamente, qualquer quantia menor que 20% é considerada uma gorjeta ruim. Se eu (ou os outros garçons com quem trabalhei), ganhássemos menos, nós nos perguntaríamos o que tínhamos feito de errado. Entretanto, não éramos monstros famintos por dinheiro. Existe uma razão pela qual esperávamos os 20% se fizemos um ótimo trabalho. Leia a próxima dica para aprender porquê.

2. Garçons/Garçonetes e Bartenders vivem de suas gorjetas

Atender mesas é o trabalho mais difícil que já tive. É como fazer um espacate sobre um engradado de dinamite (correndo por horas entre mesas com pouco ou nenhum intervalo, balançando pratos quentes e pesados, e se lembrando de pedidos, como uma máquina), tudo enquanto mantemos um sorriso em nossos doces rostos. Também é emocionalmente desgastante. As pessoas são muito específicas sobre suas comidas, especialmente se não está como o esperado. Eu estava trabalhando 30 horas por semana, mas ganhando apenas um salário mensal de 200 dólares. Inimaginável para muitos, eu sei. Por que um salário tão pequeno? Flashback para a pequena aula de história que eu te dei: é por isso. Algumas noites, ganhei mais de US $ 800 em gorjetas, graças a Deus. Sem minhas gorjetas, eu não poderia nem pagar meu aluguel. Mas os garçons e bartenders ainda precisam declarar impostos sobre as gorjetas em dinheiro, por isso não é gratuito.

3. Sua felicidade importa

Comida muito fria? Não está apreciando sua salada? Então, diga. Ao contrario da Europa, onde eu aparentemente falo coisas sem sentido sempre que expresso uma preocupação (uma vez, eu educadamente comentei sobre um pagamento de 10 euros por uma pequena panqueca com 2 mirtilos estrategicamente posicionados e fui rudemente respondida que se eu quisesse “fast food”, eu deveria ter ido ao Burger King). Nos EUA, você é encorajado a expressar a sua opinião. Se você está em uma situação infeliz, diga ao seu atendente imediatamente. Seu mérito como cliente diminui quando você diz que o seu hamburguer era a pior coisa que você já comeu apontando para um prato vazio. Fato engraçado: panquecas são muito maiores e mais baratas nos EUA, só para você saber.

4. Espere ser confrontado

Os americanos não são um povo tímido. Alguns nos chamam de superficiais, mas nós somos extrovertidos, amigáveis, e nós elogiaremos descaradamente um estranho se gostarmos do seu casaco ou corte de cabelo. Nós também vamos perseguir um cliente rua abaixo se ele nos deixar uma gorjeta ruim. Se você esta infeliz com o serviço, diga ao seu atendente. São altas as chances de que eles farão tudo o que puderem para te fazer feliz. Seu atendente pode oferecer sua refeição por conta da casa, enviar à sua mesa uma sobremesa ou, no mínimo, oferecer a você um sincero pedido de desculpas. Se você for confrontado por não deixar uma gorjeta adequada, entenda que isso é normal. Evite isso no futuro e expresse problemas com seu atendente antes de pagar a conta.

Outros serviços

5. Motoristas de taxi, manobristas

Se você está visitando qualquer cidade dos EUA, você provavelmente vai pegar um taxi ou dois. Atualmente, os taxis frequentemente têm uma tela de exibição digital na qual você pode selecionar a quantia da gorjeta uma vez que a viagem acabou. Eu usualmente escolho a quantia mais baixa (que ainda é boa – 15%) a menos que o motorista tenha sido uma alegria absoluta. Um manobrista geralmente recebe 2 ou 3 dólares por me ajudar com minhas malas, trazer serviço de quarto ou abrir as portas do carro. É melhor colocar as notas cuidadosamente dobradas nas mãos deles e dizer um rápido “obrigada”, não faça disso um grande negócio. Não entregue a eles notas amassadas.

6. Cabeleireiros e barbeiros

Minha irmã Anna trabalha como cabeleireira nos EUA há 15 anos. De pessoas cancelando horas marcadas em cima da hora, exigindo desejos irreais de cabelo ou, o pior de tudo, não dando gorjetas pelo serviço, ela viu de tudo. Um trabalho como cabeleireira é fisicamente exigente (você já tentou secar o cabelo com uma escova redonda, ficar em pé o dia inteiro ou manobrar tesouras?) e ainda requere um conhecimento intensivo sobre a teoria das cores, criatividade, atenção aos detalhes e habilidades interpessoais, apenas para citar alguns. Se você estiver satisfeito com seu estilista, deixe-o saber com uma gorjeta generosa de 20 a 25%. Não dar gorjeta ou ser irritante resulta em você ser colocado na lista negra de um salão. Evite isso.

7. Esteticistas, massagistas e outros momentos especiais no spa

A regra geral aqui é 15-20%. A regra geral aqui é de 15 a 20%. Cuidado com as gorjetas adicionadas automaticamente. O que dizer? Essa nova prática de gorjeta está se tornando cada vez mais comum nos EUA. Alguns spas e estúdios de cosméticos adicionam automaticamente uma gorjeta (geralmente 20%!) aos seus serviços reservados, mesmo que você compre um cartão-presente. Para evitar ser pego de surpresa, verifique a política de uma empresa antes de reservar seu serviço. Depois, decida se isso é algo com o qual você concorda ou não. Pessoalmente, não concordo com isso, mas isso não vai me impedir de evitar um lugar.

Algumas dicas extras sobre gorjetas nos EUA

8. Dinheiro é o rei!

A maioria das pessoas prefere gorjetas em dinheiro. É o dinheiro que você pode levar para casa ao final do seu turno. Você tem que esperar alguns dias para receber suas gorjetas se elas forem pagas com cartão, e elas vão para o seu gerente primeiro. Seja como for que você der gorjeta, é apreciado. Não evite dar gorjetas se você não tiver dinheiro.

9. Notas de 1 dólar são ouro

Se você está hospedado em um hotel, se certifique de ter notas de dólar em mãos. Como mencionado anteriormente, é fácil e tranquilo deslizar alguns dólares nas mãos do manobrista por te ajudar. Em bares, a regra não escrita é 1 dólar por bebida. Eu também deixo algumas notas para a equipe de limpeza do meu hotel todo dia.

10. Onde NÃO dar gorjetas nos EUA

Agora que você sabe que os americanos são loucos por gorjetas, você pode se perguntar: existe algum lugar onde eu não precise dar gorjetas? Você não tem que dar gorjetas em lanchonetes de fast foods ou cafés com serviço de balcão (mas não se preocupe, haverá um jarro de gorjetas por precaução).

É isso aí. Feliz Gorjeta!

Coloque em prática seus conhecimentos sobre gorjeta!Saiba Mais