Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

EF TALKS: Rita, uma de nossas anfitriãs EF, sobre a arte de receber estudantes

EF TALKS: Rita, uma de nossas anfitriãs EF, sobre a arte de receber estudantes

Conhecemos Rita em sua casa em Brighton, na Inglaterra. Com seus olhos bondosos e naturalmente felizes, Rita é conhecida em nossa escola, na cidade, por seu amor e dedicação ao receber estudantes internacionais e nos fez sentirmos bem vindos do momento em que chegamos em sua casa, imediatamente oferecendo-nos uma xícara de chá. “Eu sempre tricoto, faço brinquedos e roupas de bebês”, ela anunciou cheia de orgulho enquanto trazia as xícaras e tirava as coisas de tricô do caminho.

Sua casa era igualmente calorosa: incontáveis fotografias de estudantes internacionais que ela recebeu. Retratos de festas de aniversários, chás da tarde e dias na praia com seus estudantes que falaram sobre como ela providencia uma recepção calorosa ao receber estudantes EF em sua casa.

Para saber mais sobre a arte de receber em casa e o que ela aprendeu com essa experiência, fizemos uma breve parada em nosso chá e começamos a perguntar as questões a seguir:

Rita, obrigada por nos receber. Vamos começar com a pergunta: o que fez você começar a receber estudantes internacionais?

Embora eu trabalhe meio período, eu fico pensando e pensando o que eu posso fazer para ter um pouco mais de dinheiro. Meu amigo sugeriu receber estudantes internacionais e foi assim que tudo começou. Eu conheci pessoas realmente legais e fiz novos amigos nessa jornada; de tempos em tempos os estudantes me mandam mensagem, mantendo contato.

Como você cumprimenta os novos alunos quando eles chegam?

Ao receber estudantes, eu me apresento e mostro a eles os seus quartos. Eu sempre digo a eles que podem ir no andar de baixo e usarem a cozinha. Aviso que eles não precisam ficar pedindo por comida ou alimento enquanto estiverem morando aqui. Se não tiverem outros estudantes aqui para ajudá-los, eles devem encontrar suas rotas. Se preciso, vou buscar os novos alunos na escola, assim eles descobrem como pegar o ônibus certo e voltar para casa.

Isso é realmente muito legal, você deve ter uma boa memória dos estudantes que ficaram aqui. Há quanto tempo você recebe estudantes internacionais?

Fez três anos agora, e eu recebi cerca de 80 estudantes nesses últimos anos. Eu não tenho computador, então eu mantenho a memória de todos que vieram aqui em uma pasta – é uma boa lembrança de todos os estudantes que estiveram comigo e me ajuda quando eles voltam para me visitar. Então eu lembro exatamente quem eles são.

Isso é impressionante! E essa foto na parede atrás de você – são os álbuns dos estudantes que você recebeu?

Sim! Ano passado, a escola teve uma tarde livre pois, era meu aniversário. Eles me convidaram para ir e foi uma tarde muito legal – eu conheci muitas outras famílias que recebem estudantes em Brighton. Eu disse para meus estudantes que eu estaria fora de casa durante a tarde e quando eu voltei, as três garotas que eu estava recebendo (uma da Coreia do Sul, uma França e outra Japão) não me deixaram entrar. Depois de cerca de 20 minutos, elas vieram a mim cantando feliz aniversário e quando eu entrei na casa, elas tinha feito uma mesa de chá da tarde com balão por todo o chão. Foi uma surpresa muito legal!

Maravilha! O que os estudantes internacionais pensam sobre Brighton?

Ele amam aqui! Eles vem a Brighton e não acreditam em tudo que tem para fazer. Especialmente se eles são de áreas rurais, tem muitas coisas para os estudantes fazerem e boas opções para vida noturna.

Você mantém contato com os estudantes que estiveram com você uma vez?

Sim, eu mantenho contato com alguns estudantes. Eles me enviam mensagens de tempos em tempos ou escrevem cartas. Uma garota da Suíça teve um bebê recentemente, então eu fiz alguns tricôs e enviei para ela: um cobertor, um cardigan e um gorro. Ontem eu recebi um pacote dela cheio de carinho para meu aniversário!

Qual é a refeição que você costuma cozinhar ao receber os estudantes que você recepciona?

Os estudantes geralmente chegam em casa por volta das sete da tarde. Eu sempre cozinho algo diferente: torta ou lasanha, por exemplo. Eu quero que eles tenham algo quente toda tarde e eu realmente gosto de cozinhar! Eles geralmente tem tarefas da escola para fazer depois da janta, então eu sento e tricoto na sala.

Os alunos sempre ficam nervosos quando chegam?

Eu tive uma garota da França – isso foi em setembro/outubro – e ela estava tão assustada no começo, mas ela sentou e eu conversei com ela para acalmá-la. Quando ela começou a falar sobre ela, descobri que era a primeira viagem sozinha longe de sua família e ela estava bastante constrangida e sem a certeza se gostava de mim, da escola ou da cidade. Graças a Deus ela começou a se sentir confortável rapidamente.

Qual tem sido suas experiências favoritas?

Tiveram dois garotos da Itália que, na última semana deles, eles disseram que iriam para Portsmouth, e me convidaram para ir junto. Eles pagaram meu trem e me agradeceram. Queriam que eu saísse de casa e disseram que adoraram o que eu fiz por eles enquanto estavam morando comigo. Eles tiraram muitas fotos de quando eles chegaram em casa, mostraram-me todas. No dia seguinte, eu cheguei em casa e eles me deram um presente eles haviam revelado as fotos e emoldurado algumas, que agora elas estão em minha parede.

Eu fui até a EF Brighton, esse ano, e dentro do escritório, todos os funcionários me cumprimentaram e sabiam meu nome pois, a mesma foto na parede da EF era a que me deram!

Qual foi o período mais longo que um estudante esteve com você?

Seis meses. E eu tenho alguns estudantes chegando semana que vem que vão ficar por oito meses!

Parece que você tem um grande impacto na vida dos estudantes que ficam com você.

Eu realmente acredito nisso também! Tem sido uma experiência para mim e eu tenho conhecido pessoas bem legais nesse caminho ao receber estudantes. Eu sempre tive animais mas, quando meu último cachorro morreu, eu estive bastante só, então receber pessoas me ajudou com isso. Eu não tenho uma família próxima, então eu tento o meu melhor para olhar para os estudantes como se fossem da família. Se você tiver um filho ou uma filha morando fora, você quer que ele seja bem tratado e se sinta em casa!

Amei te conhecer Rita! Obrigada por compartilhar sua experiência conosco.

Obrigada por virem! Amei conhecer vocês também.

Está pronto para viver uma nova cultura em seu intercâmbio?Escolha seu destino

Compartilhe esse artigo

Artigos recentes de Idiomas