Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

EF Talks: Maria Chiara, Global Intern em 2012

EF Talks: Maria Chiara, Global Intern em 2012

Nativa de Padova, uma linda ilha no norte da Itália, Maria é aspirante a designer de interiores e adora livros de receitas. Apesar de se demonstrar um pouco tímida no começo, Maria é na verdade é alegre, calorosa e adora falar sobre tudo. Hoje, morando em Milão e trabalhando como produtora de TV para uma agência de publicidade, ela reservou um tempinho em sua agitada agenda para conversar sobre a experiência como Global Intern da EF.

P: Já faz algum tempo que a experiência do Global Intern terminou – olhando para trás, o que você mais gostou?

R: Adorei meus amigos de viagem e as pessoas que conheci. Deixei um pedaço do meu coração em todos os lugares que visitei, e agora ele está espalhada por todo o mundo. Eu amo ter tantos amigos internacionais; É como ter mil mentes e dois mil olhos que pensam e vêem de maneiras diferentes e complementares.

P: Qual foi a sua experiência que mais marcou você como Global Intern da EF?

R: O momento que realmente mais me marcou foi um pôr do sol que presenciei na praia de Santa Bárbara. Eu estava com Ayu e Mariana, dois maravilhosos companheiros de viagem, e pedi que eles olhassem para o mar durante o por do sol enquanto eu estava filmando. Espontaneamente, eles começaram a dizer coisas engraçadas e eu documentei tudo, é claro. Era uma situação simples, mas tão cheia de emoção.

P: Quais novas habilidades você ganhou durante o programa?

R: Eu aprendi o que realmente significa “compartilhar”, de escolher onde jantar juntos para decidir sobre como definir e atingir o objetivo de uma equipe. Eu tive que superar minha timidez, adquirir auto-confiança e me conectar com pessoas que mal conhecia. Aprendi a colocar meu ego de lado, a dar espaço aos pensamentos dos outros e, o mais importante, experimentar tudo sem medo.

P: Você agora é produtora de TV em Milão. Você acha que o Global Intern ajudou com isso?

R: Sim, especialmente por causa das habilidades que adquiri. No contexto de negócios de hoje, duas habilidades são particularmente valiosas: ousadia e capacidade de trabalhar bem em equipe. O programa Global Intern me ajudou a desenvolver essas duas habilidades ainda mais.

P: Se tiver a chance, você seria uma Global Intern de novo? Por quê?

R: A resposta é sim! E eu recomendaria isso para outros pelo mesmo motivo. Eu não quero parecer repetitiva, mas é uma experiência única e extraordinária. Você consegue viajar, mas também é uma aventura de trabalho. É raro ser capaz de conciliar todos esses fatores: diversão, trabalho, aventura. Como minha amiga, Mariana dizia: “Quem não quer fazer isso?”

Você também gostaria de ser um Global Intern da EF?Global Intern EF

Compartilhe esse artigo

Artigos recentes de Carreira