Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

Depoimento: Priscila Arantes

Depoimento: Priscila Arantes

Fazer intercambio sempre foi um sonho: aprender uma língua nova, uma cultura diferente, experimentar pratos que não fazem parte do nosso dia a dia e aprender a me virar, a ser mais independente. Mas o momento certo nunca veio. Eu nunca tinha viajado sozinha, nunca tinha ido para tão longe da minha família e de tudo o que eu conhecia e amava e fazer isso de cara, indo para outro país, me gelava a espinha.

Mas um dia, conversando com a minha madrasta, ela me falou sobre a EF, essa escola de intercâmbio incrível com a qual ela viajou quando era um pouco mais velha do que eu. Ela disse que foi a melhor experiência da vida dela.

E, meu Deus do céu, eu queria isso. Queria tanto que deixei qualquer insegurança e medo de lado.

Então entrei em contato com a escola, escolhi destino (que acabou sendo o mesmo da minha madrasta tantos anos atrás), fiz o orçamento, escolhi data (com quase 2 anos de antecedência), fiz todo o projeto, para só então apresentar a ideia para os meus pais.

O dia mais feliz da minha vida foi quando eles disseram SIM.

A partir dali a minha vida virou uma espiral de ansiedade, frio na barriga e “meu Deus, chega logo!!” misturado com “será que eu estou sonhando?”. A ficha só caiu quando o avião sobrevoou Londres e eu vi lá de cima tudo o que eu sempre quis conhecer, mas só tinha visto através da tela do computador.

E sim, minha madrasta tinha razão: foi a melhor experiencia da minha vida! Cada segundo, cada passeio, cada risada, cada pessoa vai ficar marcado na minha vida, no meu coração e na minha história para sempre.

A Inglaterra é um país maravilhoso, bem estruturado, aconchegante, gostosamente congelante… e a EF é uma escola incrível que se preocupa com seu bem estar e se esforça para te fazer sentir a vontade, pra te ajudar com todas as suas necessidades e que faz de tudo para que você atinja seus objetivos. Em 5 semanas, meu inglês melhorou tudo o que não melhorou em anos estudando no Brasil.

Depois que acabou, eu só conseguia pensar que queria viver tudo aquilo de novo.

Conheça Brighton e planeje seu intercâmbioConheça

Compartilhe esse artigo