Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

5 cidades que se preocupam com o meio ambiente

5 cidades que se preocupam com o meio ambiente

O Dia da Terra é comemorado em 22 de abril. Esta data é importante não só para comemorarmos a existência do nosso planeta mas também para refletirmos sobre os graves problemas que temos causado no meio ambiente.

Sinceramente não deveria existir apenas um dia específico para homenagear este lugar glorioso que chamamos de Terra. Deveríamos respeitá-lo e apreciar a natureza ao nosso redor todos os dias, das sequoias gigantescas com sabedoria milenar que produzem oxigênio para o nosso mundo, ao nosso solo rico em minerais que dá vida à milhares de organismos.

Vamos expandir os horizontes. Para comemorar o dia da Terra, listamos 5 cidades que resolveram reduzir o impacto causado no meio ambiente, adotando medidas para combater o desperdício e a poluição.

1. San Francisco

Lar das empresas mais visionárias do planeta como Facebook e Google, San Francisco é a terra do progresso e da inovação tecnológica. Desde 2012, tornou-se pioneira no descarte sustentável de resíduos nos EUA, após anunciar que 80% dos resíduos da cidade seriam enviados para instalações de reciclagem ao invés de aterros sanitários.

E não é só isso. Na área da baía, há centenas de edifícios com certificação LEED (Liderança em Energia e Design Ambiental), que significa que eles estão muito conscientes da maneira como a produção de energia é gerenciada. Esta preocupação com o meio ambiente envolve também a gastronomia, a cidade do amor, possui um infinidade de veganos, incentiva a agricultura local e a fabricação de produtos de fontes sustentáveis.

2. Singapura

Esta cidade-estado soberana, um pequeno hub insular da arquitetura ultramoderna e da inovação econômica, sente-se ainda muito distante da Malásia e da Indonésia. Seu espaço verde mais emblemático, O Gardens by the Bay, abriga uma floresta de “árvores gigantescas” que armazenam energia solar que é utilizada todas a noites em um show de luzes espetacular. Estas árvores também abrigam milhares de plantas que crescem verticalmente.

Esses jardins deram origem à “arquitetura ecológica” que já se espalhou por toda a cidade através de um planejamento urbano que integra cada vez mais painéis solares, sistemas de conservação de água, espaços de trabalho compartilhados e plantações nos telhados

3. Vancouver

Não é de se admirar que esta “smart city”, cercada de natureza exuberante no coração da Colúmbia Britânica, entre as águas brilhantes do Oceano Pacífico e os picos nevados das Montanhas Rochosas, seja ecologicamente correta. Vancouver faz um bom uso de seus recursos naturais, tanto é que há mercados agrícolas com produtos frescos cultivados localmente por toda a parte e também o TapMap, um aplicativo que indica a fonte de água potável mais próxima. Além de ser perfeita para circulação de pedestres, a cidade ainda oferece uma ampla rede de ciclovias que se estende desde a West 10th Avenue.

Há um projeto que visa transformá-la na cidade mais ecológica do mundo até 2020, através da redução de emissão de carbono em 33% e o plantio de mais de 150.000 árvores. Vancouver, parabéns pela iniciativa.

4. Nova York

Quando pensamos em consciência ambiental, Nova York é provavelmente a última cidade que vem à nossa mente. No entanto, mesmo com uma população de dois milhões de habitantes e uma área de 60 quilômetros quadrados, a sustentabilidade é prioridade em Manhattan.

A Big Apple apresenta o menor número de proprietário de veículos dos EUA. Mais de 1,5 milhão de habitantes utiliza o transporte público como o metrô para se locomover o que acaba contribuindo para que o nível de emissões per capita seja super baixo. Além do mais, o grande número de condomínios com várias torres de edifícios (onde as pessoas utilizam menos espaço e compartilham recursos) faz com que os recursos energéticos da cidade sejam utilizados de forma mais eficiente.

5. Seul

Seul, líder mundial em inovação tecnológica, foi uma das primeiras “smart cities” do planeta, o lugar onde a tecnologia está a serviço dos cidadãos e do planejamento urbano.

Para ter uma ideia, eles coletam e compartilham abertamente dados eletrônicos sobre a cidade (cidadãos, dispositivos móveis e máquinas), através da internet. Alguns destes dados são utilizados para fornecer atualizações e estatísticas em tempo real para o sistema de transporte público integrado, assim as pessoas ficam sabendo se o funcionamento dos trens está normal, os horários de pico, o quanto têm utilizado este meio de transporte, etc. Dessa forma, os operadores tem condições de gerenciar melhor os recursos e os habitantes acabam se tornando mais ecologicamente corretos também.

Faça intercâmbio em uma dessas cidades!Intercâmbio no exterior

Compartilhe esse artigo

Artigos recentes de Cultura