Tudo sobre intercâmbio, viagens, cultura e idiomas pela EF Education First.
Menu

5 motivos de porquê Cape Town é a melhor cidade do mundo

5 motivos de porquê Cape Town é a melhor cidade do mundo

Existem lugares no mundo que oferecem tudo em um único pacote: natureza exuberante, histórias interessantes, aventuras incríveis, comida boa, e alguns dos animais selvagens mais excitantes do mundo. Cape Town, na África do Sul, você consegue encontrar exatamente isso. Por isso, a consideramos a melhor cidade do mundo!

Aqui estão 5 motivos para te provar que isso é verdade – e por que você deveria reservar um voo agora mesmo. Ou logo depois que terminar de ler este artigo!

1. Natureza exuberante

Em quase todo lugar a sua volta em Cape Town, você pode observar a magnífica Table Mountain. Com 1100 metros de altura, ela domina o horizonte ao redor da cidade e é, sem nenhuma dúvida, o ponto turístico mais famoso de Cape Town. Se estiver cansado de vê-la de baixo, você pode curtir a vista por uma outra perspectiva. Para isso, aproveite o teleférico ou pegue uma das trilhas de 3-10 km para chegar até o topo.

Do outro lado da Table Mountain, encontra-se a Lion’s Head, a 670 km a cima do nível do mar. Com uma caminhada de apenas 5 km em direção ao topo é possível apreciar uma das mais belas vistas. Interessado em adrenalina? Tire um tempo para pular de parapente e sobrevoar a cidade, ao redor da costa.

Só esses dois pontos turísticos e a vista que eles oferecem já poderiam eleger Cape Town a melhor cidade do mundo, mas ainda tem mais…

2. Uma história nua e crua

Robben Island, onde o mais famoso ativista de direitos civis da África do Sul e formado presidente Nelson Mandela foi aprisionado, é imperdível. Usado como uma prisão criminal, Robben Island se tornou a prisão usada na era do apartheid pelo governo sul-africano para prender civis e ativistas políticos que se opuseram ao governo. Andando através do complexo, você pode visitar a cela onde Mandela passou 18 anos de sua vida. Já no lado de fora, é possível apreciar uma vista icônica da linha o horizonte de Cape Town.

De volta para o centro da cidade você pode aprender sobre a história do que antes era a alma da cidade – o Sexto Distrito. O que uma vez foi um bairro em expansão que costumava ser casa para mais de 60.000 mercadores e imigrantes. Sob a lei doapartheid, o Sexto Distrito se tornou apenas um setor em branco e, em 1968, famílias foram removidas à força e realocadas a mais de 25 km de distância até Cape Flats. Fazendo um tour a pé pela área agora vazia, é possível ter uma ideia muito cruel e real sobre como era a vida durante aquela época – não se esqueça de visitar o Museu do Sexto Distrito.

3. A aventura está em todo lugar

Aventura é uma parte do DNA desta cidade. Você pode surfar, escalar e sobrevoar pelas montanhas de paraquedas um um único dia, e se você for muito, mas muito corajoso, você pode mergulhar em uma gaiola com incríveis tubarões brancos. Dirija-se para a Península Birkenhead e você irá encontrar muitas empresas ansiosas que podem te levar em segurança para conhecer um dos maiores predadores marinhos do planeta.

Quando perceber que mergulhar com incríveis tubarões brancos ainda não é suficiente, dirija-se até o Tsitsikamma National Park onde você vai encontrar mais adrenalina para riscar da sua lista. Pule de Bungee jump sob a Bloukrans Bridge, o quarto bungee jump mais alto do mundo, em seguida, faça um passeio de caiaque, mergulho ou um passeio de bike no parque.

4. Referencia mundial em gastronomia e vinhos

 

It sports beautiful coastal views, picturesque lakes and gorgeous farmlands and makes for a perfect road trip. It’s here that you’ll find South Africa’s best and most famous wine growing regions and vineyards, including Stellenbosch, Constantia and Paarl.

A Garden Route é, sem dúvidas, um dos lugares mais icônicos no mundo para provar vinhos e comer uma boa comida. Além disso, é facilmente acessível para a cidade.

For some world-class (casual) dining, make a short trek to the Hout Bay Market on a weekend to check out a bustling marketplace with local vendors and eat oysters the size of your head. There you’ll find endless types of artisan foods, including hearty meats cooked on a brai (a South African barbecue), cured biltong (dried meat), fire-baked pizzas, (more) gigantic oysters and plenty of other fresh seafood. It’s also a bit of a shopping mecca, with art, clothes and jewelry being sold by local artisans.

Compartilhe esse artigo

Artigos recentes de Viagem