Sobre o EF EPI

Metodologia

O Índice de Proficiência em Inglês da EF é cada vez mais citado como fonte confiável por jornalistas, educadores, autoridades e líderes empresariais. A EF tem o prazer de contribuir para a conversa global em curso sobre o ensino da língua inglesa. Esta oitava edição do EF EPI baseia-se em dados de testes realizados com mais de 1.300.000 de pessoas em todo o mundo que participaram do EF Standard English Test (EF SET) em 2017.

O EF Standard English Test (EF SET)

O EF SET é um teste de inglês online e adaptável de habilidades de leitura e compreensão auditiva. Trata-se de um teste padronizado com pontuação objetiva, desenvolvido para classificar as habilidades linguísticas dos participantes em um dos seis níveis estabelecidos pelo CEFR (Common European Framework of Reference, Quadro Europeu Comum de Referência). O EF SET está disponível gratuitamente para qualquer usuário da internet. Para obter mais informações sobre a pesquisa e o desenvolvimento do EF SET, visite www.efset.org/research/.

Constatou-se que as pontuações do EF EPI 2018 estão fortemente correlacionadas com as pontuações do TOEFL iBT 2017 (r = 0,82) e do IELTS Academic Test 2016 (r = 0,71). Essas correlações mostram que, embora esses testes apresentem diferenças de elaboração e nos perfis dos participantes, eles revelam tendências semelhantes nos níveis nacionais de proficiência em inglês.

Participantes

Embora a amostra de participantes do EF EPI seja influenciada por usuários que estão interessados em prosseguir com o estudo do idioma e por adultos mais jovens, ela é equilibrada entre homens e mulheres e representa adultos estudantes de várias faixas etárias.

  • Participantes do sexo feminino compreenderam 60% da amostra geral.
  • A média de idade dos adultos participantes foi de 26 anos.
  • 86% de todos os participantes tinham menos de 35 anos, e 99% tinham menos de 60 anos.
  • A média de idade dos homens e mulheres participantes não apresentou diferenças.

Somente as cidades, as regiões e os países com um mínimo de 400 participantes foram incluídos no índice, mas, na maioria dos casos, o número de participantes foi muito maior. Os países Cuba, Qatar, Mongólia, Angola, Camarões e Laos foram incluídos na edição anterior do EF EPI, mas não tiveram testes suficientes para serem incluídos nesta edição.

Influências Da Amostragem

A população de teste representada neste índice é automaticamente selecionada e não há garantias de que ela seja representativa. Apenas aqueles que desejarem aprender inglês ou que tiverem curiosidade em testar suas habilidades com o idioma participarão de um destes testes. Isso poderia distorcer as pontuações, tornando-as menores ou maiores do que as da população em geral. No entanto, não há incentivo para os participantes aumentarem suas pontuações artificialmente nesses testes de baixo risco por meio de cola ou trapaça, já que os resultados são puramente para uso pessoal.

Como o EF SET é gratuito e online, qualquer usuário que tenha conexão com a internet pode participar. Quase todos os nossos participantes são adultos trabalhadores ou jovens adultos que estão finalizando seus estudos. As pessoas sem acesso à internet seriam automaticamente excluídas, embora o site do EF SET seja totalmente adaptável e 30% dos participantes completem o exame em um dispositivo móvel.

Em partes do mundo em que o uso da internet é baixo, esperamos que o impacto de um formato online seja forte. Essa amostra polarizada tende a elevar as pontuações com a exclusão de pessoas mais pobres e com menor grau de escolaridade. No entanto, testes online de acesso aberto provaram ser eficazes na coleta de grandes quantidades de dados sobre uma série de indicadores, e acreditamos que eles forneçam informações valiosas sobre os níveis globais de proficiência em inglês.

Cálculo Da Pontuação

Para calcular uma pontuação do EF EPI, usamos a escala de 100 pontos do EF SET. As médias regionais são ponderadas por população. Com base na pontuação, atribuímos faixas de proficiência a países, regiões e cidades. Isso permite o reconhecimento de grupos com níveis de proficiência semelhantes em inglês e favorece comparações dentro e entre regiões. As faixas de proficiência estão alinhadas ao CEFR (Common European Framework of Reference, Quadro Europeu Comum de Referência) e aos níveis de cursos da EF:

  • A faixa de proficiência Muito Alta corresponde ao nível B2 do CEFR.
  • As faixas de proficiência Alta, Moderada e Baixa correspondem ao nível B1 do CEFR, com cada faixa correspondendo a um único nível de curso da EF.
  • A faixa de proficiência Muito Baixa corresponde ao nível A2 do CEFR.

Outras Fontes De Dados

O EF EPI é criado por meio de um processo diferente daquele utilizado por organizações de pesquisa de opinião pública, como a Euromonitor e a Gallup, ou pela OCDE em pesquisas de habilidades como o PISA e o PIAAC. Esses estudos selecionam os participantes da pesquisa com base na idade, sexo, nível de escolaridade, renda e em outros fatores. Seus painéis de pesquisa tendem a ser pequenos, com no máximo alguns milhares de participantes por país. Porém, como foram compostos usando métodos de amostragem complexos, são considerados representativos da população inteira. Infelizmente, esse tipo de pesquisa envolvendo habilidades com o Inglês nunca foi realizado em nível internacional.

Outra fonte de dados sobre a proficiência em inglês vem de sistemas nacionais de educação. Muitas escolas testam as habilidades com a língua inglesa de todos os estudantes do ensino médio ou vestibulandos usando uma avaliação nacional padronizada. Os resultados podem ou não se tornar públicos, mas os educadores e funcionários do governo usam esses dados para avaliar a eficácia da reforma do ensino e para identificar áreas de melhoria. Infelizmente, essas avaliações nacionais não são comparáveis entre si e não são administradas a adultos. Por isso, embora ofereçam uma boa indicação da proficiência em inglês entre os estudantes do ensino médio em uma parte do mundo, elas não podem ser usadas para comparação internacional e, também, não podem nos dizer nada sobre os níveis de proficiência em inglês dos adultos.

O EF EPI não tem a pretensão de competir com ou contestar resultados de testes nacionais, dados de apuração de idiomas ou qualquer outro conjunto de dados. Em vez disso, esses conjuntos de dados complementam uns aos outros. Alguns são granulares, mas limitados no escopo a uma única faixa etária, país, região ou perfil de participante. O EF EPI é amplo, analisando adultos em idade ativa de todas as partes do mundo com o uso de um método de avaliação comum. Não há outro conjunto de dados de tamanho e escopo comparáveis, e, apesar de suas limitações, nós, juntamente com muitos formuladores de políticas, acadêmicos e analistas, acreditamos que ele seja um valioso ponto de referência no tema global sobre o ensino da língua inglesa.

A série de pesquisas do EF EPI tem dois relatórios separados: este relatório principal do EF EPI, que é publicado anualmente e analisa a proficiência em inglês de adultos; e o EF EPI para Escolas (EF EPI-s), que é publicado semestralmente e analisa a proficiência em inglês de alunos de escolas de ensino médio e universidades. Este ano, estamos publicando a oitava edição do EF EPI. A segunda edição do EF EPI-s foi publicada em 2017. Todos os relatórios do EF EPI estão disponíveis para download no site www.ef.com/epi.

EF Education First

A EF Education First (www.ef.com) é uma empresa de educação internacional voltada para a experiência linguística e acadêmica, para o intercâmbio cultural e viagens educativas. Fundada em 1965, a missão da EF é de "abrir as portas do mundo por meio da educação". Com mais de 500 escolas e escritórios em mais de 50 países, a EF é a Parceira Oficial de Treinamento de Idiomas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020. O Índice de Proficiência em Inglês da EF é publicado pela Signum International AG.

EF EPI Sobre o EF EPI